Quinta-feira, 19 de Março de 2009

hoje não é o meu dia...

 

 

19 de Marco, dia do Pai.


Há Pais gordos, magros, altos, baixos, com bigode, sem bigode, com barba, sem barba, negros, brancos, em liberdade, presos, empregados, desempregados, com dinheiro, sem dinheiro, há pais lindos mas também há Pais feios, há pais de todas as raças e classes., mas algo os une a todos por igual a palavra Pai.

 

Se para uns o dia é de felicidade, alegria,

troca de presentes, carinho, beijos e muito Amor,

para outros um dia como outro qualquer,

mas para mim, para mim é um dia triste, sem alegria,

sem motivação e de lágrima no canto do olho.

 

 

Já lá vai o tempo que este dia me era recordado pelos meus filhos, faziam sempre um postal na escola e esperavam que o Pai chega-se a casa para com uma forte correria ver qual seria o primeiro a chegar junto de mim e culminarem tal esforço em o seu postal ser o primeiro a ler, oferta que para eles tinha enorme significado por ter sido feito com empenho durante algumas horas, após entrega ficavam ali os dois imóveis aguardando que le-se os postais e depois retribui-se com palavras e gestos que culminava sempre num tão doce beijo e abraço.

 

A vida as vezes nos trama, ou simplesmente tramamos a vida, mas Hoje quis o tempo e o destino que estivéssemos separados pela forca que vem de há muitos séculos e que parece não mais terminar, a emigração.

 

 

 Necessitei de emigrar em Abril de 2007 mas pelo facto de estar divorciado os meus dois Amores ficaram para trás junto de sua Mãe, já vão dois anos que o dia do Pai e-me igual ou seja, "hoje não é o meu dia" a imensidão do Oceano Atlântico teima em separar-me dos meus "diamantes" de lhes poder tocar, ver, ouvir, falar ou simplesmente de lhes beijar e cheirar, que saudades Senhor

tenho Eu dos meus pequerruchos.

 

Mas este dia também me faz agradecer a Deus por estar vivo e por ter a possibilidade de um dia poder chorar nos ombros de tão belas crianças, sim tão belas crianças pelo facto de terem nascido saudáveis e sem problemas genéticos, muitos são os Pais que infelizmente não tiveram a minha felicidade, outros ainda pior perderam seus filhos em tenra idade por um motivo qualquer, outros ainda perderam seus filhos nessa incompreensível batalha chamada guerra. 

 

Quis o destino que ao estar a elaborar este post

o celular toca-se, algo me veio-o por intuição de Pai, são os meus filhos.

 

 

A ponte que hoje nos separa
É bem mais larga, de comprimento assustador
Não existe distância que possa
Terminar com o nosso AMOR

 

Afinal este é realmente o nosso dia! 

publicado por mynameisfairplay às 15:34
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De ilhas a 22 de Março de 2009 às 17:08
Afinal sempre tens um dia. todos nós os temos. não sabia que tinhas emigrado. volta sempre ao meu blogue. abraços


Comentar post

*mais sobre mim

*pesquisar

 

*Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


*posts recentes

* Rumo a Fátima 2018

* Stop the insult in sport

* Mano a Mano

* Jose Mourinho, “Os Homens...

* Hino de Portugal ENXUVAL...

* Vamos ao debate Sr. 1º Mi...

* Paulo Almeida regressa à ...

* Mundialistas e Campeões d...

* Fundador divulga fair pla...

* "Monstro das Tapadas" em ...

* Jornal nos Estados fala d...

* Tragédia na ilha Terceira

* Fundador passou 5 "Maravi...

* Golazo Deportivo habla de...

* Que me desculpem, mas hoj...

* O fair play continua a se...

* hoje não é o meu dia...

* Quem disse que tinha morr...

* E quem patrocina os pobre...

*arquivos

* Abril 2018

* Novembro 2010

* Maio 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

*links